Duas semanas depois da inauguração de seu escritório de inovação no Vale do Silício, na Califórnia, o BRB deu início ao primeiro projeto a ser desenvolvido no local. A iniciativa, que terá supervisão da Plug and Play, uma das maiores aceleradoras do mundo, tem por objetivo a implantação da primeira assistente virtual do banco.

“Seguimos na constante busca pela inovação e por soluções de ponta em tecnologia, para oferecer as melhores experiências para os nossos clientes. A Plug and Play, nossa parceira no Vale do Silício, proporciona um ambiente orgânico de networking e conectividade, viabilizando mentorias e benchmarkings com corporações financeiras do mundo todo”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Após o período inicial de imersão, a equipe responsável pelo desenvolvimento do projeto se conectou com mais de 15 startups, entre empresas de inteligência artificial, data analytics e corporações, e já segue rumo à materialização da solução tecnológica.

O foco principal da iniciativa é proporcionar uma experiência única, completa e personalizada durante o atendimento virtual dos clientes de varejo e de programas sociais em parceria com o GDF.

A assistente virtual, batizada de Bárbara, usará a inteligência artificial como meio para ganho de escala, rapidez, eficiência e uma cultura digital mais presente.

O projeto do BRB no Vale do Silício também tem o objetivo de solidificar a cultura de inovação dentro da empresa; fortalecer as iniciativas promovidas no BRBLAB, instalado no Biotic, em Brasília; viabilizar o contato direto do Banco com um dos locais mais pujantes da tecnologia e inovação; além de funcionar, ainda, como ponto de encontro de ideias e empreendedores que podem contribuir para o ecossistema BRB.

Skip to content